Grupo Visabeira apoiou mais uma missão de médicos portugueses em Moçambique

No âmbito da sua Política de Responsabilidade Social, o Grupo Visabeira deu continuidade ao apoio que anualmente concede à Health4MOZ, uma organização de médicos de Portugal, que desenvolveu mais uma missão humanitária em Moçambique. O alojamento nos hotéis Girassol Nampula e Girassol Indy foi uma cortesia do Grupo.

A deslocação dos profissionais àquele país, que ocorre várias vezes por ano, tem como objetivo melhorar a qualidade da saúde em várias valências. Desta vez centrou-se na melhoria da vigilância na gravidez, a assistência ao parto e aos cuidados neonatais.

Esta missão de 2015 decorreu em Nampula, cidade a cerca de 2400 quilómetros de Maputo e onde existem muitas carências ligadas à pediatria.

Integraram a ação humanitária 8 elementos, entre os quais dois obstetras e três pediatras que, em regime de total voluntariado, deram formação a diversos níveis: vigilância da gravidez e assistência ao parto - formação pré-graduada a 20 alunos de medicina da Universidade Lúrio de Nampula e pós-graduada a 20 enfermeiros/parteiras e 20 médicos de medicina geral e obstetras.

A missão incluiu ainda formação pós-graduada em neonatologia a 20 médicos de medicina geral de Nampula e 20 pediatras de todo o país, em colaboração com o Ministério da Saúde.

Foram utilizados dois simuladores adquiridos nos EUA por 14 mil euros e que, com um software próprio, permitem recriar uma situação de parto. Os equipamentos, entretanto, foram oferecidos à Universidade Lúrio.

Durante esta permanência em Moçambique a delegação nacional reuniu com a ministra da Saúde, o ministro da Educação e com o ministro do Ensino Superior, entre outras personalidades.

A Health4Moz tem o apoio de alguns hospitais portugueses, entre os quais, os de S. João e Santo António, do Porto.